Mais de tudo....um pouco.

31
Ago 07
Imaginem....

Continuem a imaginar....

Agora digam só como será ver aviões a voar a uma altitude de 2,5 metros da água e a uma velocidade de 400 km/h .

Fascinante não é? Imperdível não acham?

Então pessoal... toca a rumar para norte porque começa hoje o Red Bull Air Race no Porto e perder este espectáculo é como ficar virgem toda uma vida.

Eu, pessoalmente, vou rumar a norte e espero ver o espectáculo da minha vida.



publicado por Zam às 08:47
sinto-me:

30
Ago 07
Em relação à convocação de Pepe para os jogos da selecção nacional, há por aí muita indignação por parte de muita gente.

Eu acho que os portugueses:
  • Compram que nem loucos nas lojas dos chineses (porque é uma pechincha).
  • Gostam de emigrar e de ser bem tratados lá fora sendo que se o contrário acontecer estão a atentar contra os direitos humanos.
  • Acham que trabalhar no estrangeiro dá currículo e muito boa experiência.
  • Gostam de ter outras cidadanias quando lhes dá jeito.
  • Adoram fazer negócios e criar empresas no Brasil, porque é um país em franca expansão.
Agora digam-me, não é natural que os outros queiram o mesmo que nós? Não é justo que lhes façamos o que gostamos que nos façam?

A admiração neste tipo de casos já nem deveriam existir até porque temos um seleccionador brasileiro (ao qual agradecemos as boas prestações que temos tido) e já temos o nosso Deco, que por muito que se fale já devíamos admitir o quanto tem feito pela nossa equipa e país.

Temos a mania que percebemos de tudo. Se o electricista vai lá a casa é porque é um nabo, se o carro vai ao mecânico é porque são uns incompetentes , se o seleccionador escolhe assim é porque devia ter escolhido assado. Somos um povo multifacetado mas nem tanto ao mar como à terra.

Deixemo-nos de tretas e deixem trabalhar quem sabe. Devemos cobrar depois de ver que os resultados não aparecem porque até lá tudo o que estamos a fazer é destabilizar e criar todas as condições para o que tanto queremos não se concretize. Ir ao Europeu de 2008

29
Ago 07
Retirei esta frase de um blog (http://bonecatenebrosa.blogs.sapo.pt). Acho excelente e concordo.

Parabéns à autora.

"Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te para o seu nível e aí, ganha-te em experiência."
publicado por Zam às 17:52
sinto-me:

Tirei este post dum Blog (http://anegab.blogs.sapo.pt) porque me identifico a 100% com tudo o que nele é dito.

"Definição mais simples e exata sobre o sentido de mantermos uma relação?
"Uma relação tem que servir para tornar a vida dos dois mais fácil". 
- Vou dar continuidade a esta afirmação porque o assunto é bom, e merece ser desenvolvido.
 
Algumas pessoas mantém relações para se sentirem integradas na sociedade, para provarem a si mesmas que são capazes de ser amadas, para evitar a solidão, por dinheiro ou por preguiça.
 
Todos fadados à frustração.
Uma armadilha.
 
Uma relação tem que servir para você se sentir 100%.
 
À vontade com outra pessoa, à vontade para concordar com ela e discordar dela,para ter sexo sem não-me-toques ou para cair no sono logo após o jantar, pregado.
 
Uma relação tem que servir para você ter com quem ir ao cinema de mãos dadas,
para ter alguém que instale o som novo, enquanto você prepara uma omelete,
para ter alguém com quem viajar para um país distante,
para ter alguém com quem ficar em silêncio,
sem que nenhum dos dois se incomode com isso.
 
Uma relação tem que servir para, às vezes, estimular você a se produzir, e,
quase sempre, estimular você a ser do jeito que é,
de cara lavada uma pessoa bonita a seu modo.
 
Uma relação tem que servir para cobrir as despesas um do outro num momento de aperto, e cobrir as dores um do outro num momento de melancolia, e cobrirem o corpo um do outro, quando o cobertor cair.
 
Uma relação tem que servir para um acompanhar o outro ao médico,
para um perdoar as fraquezas do outro,
para um abrir a garrafa de vinho e para o outro abrir o jogo, e para os dois abrirem-se para o mundo, cientes de que o mundo não se resume aos dois."
publicado por Zam às 15:59
sinto-me:
tags:

Neste tempo de ausência, devo confessar que tive a felicidade de ter, finalmente, a minha querida e amada Vespa PK 50 XLS pintadinha de novo.

Ao mesmo tempo e porque o orgulho é bastante, fiz-me sócio do Vespa Clube de Lisboa.



Vejam nos Links que está lá o do Vespa Clube de Lisboa.

Depois ponho umas fotos da Vespita ...
publicado por Zam às 15:08
sinto-me:

Quero pedir-vos desculpa por estar este tempo todo sem colocar um único post mas não me tem sido possível.

Quero agradecer à ISA por ter feito o post e ao mesmo tempo pedir desculpa por apenas hoje o ter aprovado.

No entanto quero deixar um desabafo que é o seguinte:

Devo confessar que:

 

Estou perdido, desmotivado, saturado e acima de tudo farto das pessoas.

 

Acho que cada vez mais se quer fazer menos e ganhar mais.

Acho que cada vez mais as pessoas se queixam porque têm muito trabalho, quando na realidade não o têm e que só pelo facto de o terem deveriam dar graças a Deus.

Acho que cada vez mais as pessoas são egoístas e ocupam lugares sem se aperceberam que noutros países, outras pessoas gostariam de estar nesses mesmos lugares.

Acho que cada vez mais lidar com as pessoas faz de alguém um paciente, uma paz de alma. Sim porque quem tem estofo para isso…

Acho que cada vez mais as pessoas se responsabilizam menos mas querem mais.

Acho que cada vez mais está cada um para seu lado sendo que todos querem o mesmo……ganhar muito e fazer pouco.

 

Não me chateiem a cabeça, larguem-me da mão, quero que se Fo….., quero lá saber, vão prá Mer…., vão todos para o Diabo. Estas são, sem margem para duvida, as expressões mais utilizadas pelos trabalhadores portugueses.

 

Sabe bem ganhar e não fazer nada??

publicado por Zam às 14:53
sinto-me:
tags:

26
Ago 07

 

Encosta-te a mim, nós já vivemos cem mil anos
encosta-te a mim, talvez eu esteja a exagerar
encosta-te a mim, dá cabo dos teus desenganos
não queiras ver quem eu não sou, deixa-me chegar.

 

Chegado da guerra, fiz tudo p´ra sobreviver
em nome da terra, no fundo p´ra te merecer
recebe-me bem, não desencantes os meus passos
faz de mim o teu herói, não quero adormecer.

Tudo o que eu vi, estou a partilhar contigo
o que não vivi, hei-de inventar contigo
sei que não sei, às vezes entender o teu olhar
mas quero-te bem, encosta-te a mim.

Encosta-te a mim, desatinamos tantas vezes
vizinha de mim, deixa ser meu o teu quintal
recebe esta pomba que não está armadilhada
foi comprada, foi roubada, seja como for.

Eu venho do nada porque arrasei o que não quis
em nome da estrada onde só quero ser feliz
enrosca-te a mim, vai desarmar a flor queimada
vai beijar o homem-bomba, quero adormecer.

Tudo o que eu vi, estou a partilhar contigo
o que não vivi, um dia hei-de inventar contigo
sei que não sei, às vezes entender o teu olhar
mas quero-te bem, encosta-te a mim.


Das melhores músicas portuguesas dos últimos tempos. Assim que a ouvi apaixonei-me.


 

publicado por Isa às 16:56
editado por Zam em 29/08/2007 às 14:58
sinto-me: relaxada
música: Encosta-te a mim
tags:

01
Ago 07
Eis um brilhante artigo que li hoje num jornal nacional e que merece muito mais destaque do que aquele que lhe foi dado. Por isso sem duvida que vale a pena partilhar com todos vós.

"A situação que se segue aconteceu num voo da British Airways , entre Joanesburgo (África do Sul) e Londres.

Uma mulher (branca), de aproximadamente 50 anos, chegou ao seu lugar em classe económica, e viu que estava ao lado de um passageiro (preto). Visivelmente transtornada chamou a hospedeira de bordo.

"Algum problema, minha senhora?" - perguntou a hospedeira.
"Não vê?" - respondeu a senhora vocês colocaram-me ao lado de um negro. Não posso ficar aqui. Tem de me arranjar outro lugar."
"Por favor acalme-se!" - Disse a hospedeira - "infelizmente, todos os lugares estão ocupados . Porém, vou ver se ainda temos alguns disponível."

A comissária afasta-se e volta alguns minutos depois.

"Senhora, como eu disse, falei com o comandante e ele confirmou que não temos mais nenhum lugar disponível em classe económica. Temos apenas um lugar em primeira classe."
E antes que a mulher fizesse algum comentário a comissária continua:
"Veja, é incomum que a nossa companhia permita que um passageiro da classe económica se sente na primeira classe. Porém, tendo em vista as circunstâncias, o comandante pensa que seria escandaloso obrigar um passageiro a viajar ao lado de uma pessoa desagradável."

AGORA VEM A PARTE QUE EU MAIS GOSTO DE TODA ESTA HISTÓRIA, QUE NOS DIAS QUE CORREM JÁ NÃO DEVIA ACONTECER, NEM SEQUER EM PENSAMENTO.

E, dirigindo-se ao senhor negro, a comissária  prosseguiu :
"Portanto, senhor, caso queira, por favor pegue na sua bagagem de mão , pois reservámos para si um lugar em primeira classe."

Todos os passageiros que, estupefactos, assistiam à cena começaram a aplaudir, alguns de pé.
Fonte: DN, 2007.07.31, Paulo Trigo

É mesmo assim que eu gosto e acreditem que passei a gostar mais da British Airways e do seu staff.

DÁ GOSTO PARTILHAR HISTÓRIAS DESTAS.  
publicado por Zam às 11:11
sinto-me: incha porca

Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28


subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO